terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Amigos que temos ao longo dos anos...


Hoje quero falar de um sentimento que todos temos mais que, quase nunca, paramos para compreendê-lo e ver o quanto ele é importante para a nossa vida. Eu falo da AMIZADE. A amizade é um tesouro que temos a obrigação de cultivar a cada dia porque dela depende o nosso viver. Um amigo é muito valoroso em nossa vida.

Se pararmos para refletir, podemos notar que em todos os seguimentos da vida humana encontra-se a amizade entre os semelhantes. Mas podemos questionar o grau e o valor das amizades. Pode-se perceber que os maus (bandidos) têm cúmplices, ou comparsas, como queira; nota-se que os interesseiros têm sócios; os beberrões têm companheiros de bebedeiras; os ídolos têm fãs; os políticos têm partidários. Mas, em todos esses casos podemos questionar o grau e a intensidade dessa amizade.

Demétrio já afirmava com precisão que “um irmão pode não ser um amigo, mas um amigo será sempre um irmão”. E o mais importante é que esse irmão a gente escolhe. O que devemos saber é que, como bem frisou Bacon, a falta de amigos faz com que o mundo pareça um deserto.

O verdadeiro amigo é aquele que sabe te ouvir quando você precisa que te ouça; é aquele que te ajuda quando você precisa de apoio. A verdadeira amizade se alegra com a sua alegria, mas consterna-se nas horas da sua tristeza. Plutarco disse certa vez com uma profundidade sublime que “não precisamos de amigos que mudem quando mudamos e concordem quando concordamos. Nossa sombra faz isso muito melhor”. O amigo é aquele que está contigo em todos os momentos, mas que sabe dizer NÃO na hora certa. Não pode haver amizade sem confiança, nem confiança sem integridade. Isso nos leva a pensar no que diz Edward Howe que “quando o teu amigo atravessar alguma aflição, não o aborreças perguntando-lhe o que podes fazer por ele. Pense em algo apropriado e faça”.

Mantenha os velhos amigos, mesmo que estejam distantes pois nada pode substituí-los. Velhos camaradas não se criam. As amizades não se refazem. Nesse ponto o sábio Salomão adverte: “não abandones o velho amigo, porque o novo não será como ele”. Claro que é muito bom fazer novos amigos. Melhor que isso só conservar os velhos amigos.

Cultive as suas amizade. Mantenha-as e serás eternamente lembrado com carinho. E o mais importante: lembre-se de um provérbio chinês que diz: “é difícil fazer um amigo num ano; mas, é fácil perdê-lo numa hora”. Que isso não aconteça.

*Este ensaio dedico a algumas pessoas que marcaram a minha vida até este momento e estão na galeria de amizades que, para mim, serão eternas.

Paulo (Zoião); Disom; Nego; Josué e Marcos Moura na minha infância, na maioria, em Lambari D’Oeste nos anos 80.

Gimerson (Bin Ladem); Eraldo e Weverton em Cáceres nos anos 90 até os dias atuais.

Ana Karine, Maria Eliza e Jucelene durante a graduação na Faculdade e que dure eternamente.

E, em especial a um amigo que sempre esteve ao meu lado. Meu irmão Márcio. Se um amigo é mais importante que um irmão; um irmão que é mais do que um irmão, é um amigo! Isso é base sólida na vida de qualquer um. Só tenho a agradecer.

Outras pessoas foram importantes e sempre serão. No entanto, esses são aqueles que o tempo não consegue apagar os detalhes simples de uma amizade verdadeira!

Odair José.

3 comentários:

lucimar disse...

lindo!!!!!!!!!!!!!!!
vc realmente é um escritor nato!!!
sou sua fã de carteirinha te amo muito!!!!!beijos
lucinha

Gymerson disse...

Hun!.. Não vai cobrar não né?!...
hehehehehehe

Grande Odair.. esse é o cara...

Valeu em!... que Ele nos abençoe...

Tenha um ótimo dia

Nos vemos pela vida

Shalom

ju disse...

OI CORAÇÃO VC SABE QUANTO TU É ESPECIAL PARA MIM!!!!!!!!!
TI ADORO DE MONTÃO!!!!!!!!
NOSSA AMIZADE É INESQUECÍVEL!!!!!!!!
BJÃO
BJIM